20 janeiro 2010

A vida como ela é...

Na semana passada fomos participar da sessão de fotos do clube da região. Várias crianças e adolescentes fazem parte deste clube e estão no programa "Sports-études" (Esporte-estudos), onde os alunos que têm bom desempenho na escola podem escolher um esporte para se dedicar, tirando dois dias de escola na semana para treinarem. O clube tem treinadores, assessoria de imprensa e boa parte dos pais atuam como voluntários nas atividades do fim de semana. As crianças têm acesso a informações sobre nutrição, treinamento e psicologia esportiva bem cedo aqui e podem realmente desenvolver uma carreira à longo prazo.
E ai me pergunto:
- Se tivéssemos tido esta oportunidade quando adolescentes, até onde teríamos chegado?
Mas ... o "se" não existe e vamos em frente, lutando com toda garra brasileira por bons resultados! A cada dia, quando conquisto resultados positivos, melhoro minha técnica ou escrevo mais uma vez meu nome na história esportiva, agradeço pela oportunidade e por ter chegado tão longe. Nós como atletas pioneiros devemos passar tudo o que aprendemos para a nova geração; eu tenho grande esperança que o esporte brasileiro ainda vai vencer no futuro como uma grande nação.

Um comentário:

  1. É Jaque, quem sabe sua esperança não vire uma certeza após os jogos olímpicos em 2016 no Rio e a tocha olímpica ilumine a mente das autoridades para tomarem uma inciativa agressiva e abrangente na criação de uma cultura esportiva nas escolas e deixar de lado a cultura ruim... Não que todos devam ir para os jogos olímpicos e trazerem centenas de medalhas, mas que todos possam desfrutar do melhor que os esportes tem a oferecer:saúde, determinação, garra, responsabilidade, caráter, disciplina, educação... o básico necessário para sermos seres humanos melhores.

    ResponderExcluir